Competição de curtas e longas baianos, nacionais e internacionais

Homenagem 100 anos de walter silveira

Foto Adolfo Gomes 1

Adolfo Gomes

Foto Claudio Marques

Cláudio Marques

Foto Joao Paulo

João Paulo Barreto

Foto Marilia Hughes

Marília Hughes

Foto Nara Normande

Nara Normande

Foto Rafael Carvalho

Rafael Carvalho

Foto Rafael Saraiva

Rafael Saraiva

Adolfo Gomes é jornalista, crítico de cinema (Abraccine) e cineclubista. Ministrou as oficinas “Olhar o cinema – uma introdução à cinefilia” (Iphan – Belém-PA), “Cinema Corsário – uma viagem pelos filmes de gênero” (Panorama Internacional Coisa de Cinema) e “Gostoso de ver: uma revisão da pornochanchada brasileira” (Festival Internacional Lume de Cinema). Curador de ciclos como “O Mito de Dom Sebastião no Cinema” e "Somos todos marginais, do udigrúdi à pornochanchada". Colaborou com a revista eletrônica Contracampo.
Cláudio Marques foi editor e crítico do jornal Coisa de Cinema durante oito anos (1995-2003). Colaborou para os jornais Tribuna da Bahia e A Tarde. Responsável pela programação da Sala Walter da Silveira (2007-2009), idealizou e hoje é o principal coordenador do Espaço Itaú de Cinema – Glauber Rocha. É idealizador e coordenador do Panorama Internacional Coisa de Cinema. “Depois da Chuva”, seu primeiro longa-metragem, estreou no 46º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro, onde recebeu os prêmios de Melhor Ator, Roteiro e Trilha Sonora. A estreia internacional do longa foi no Festival de Cinema de Rotterdam, em 2014.
João Paulo Barreto é formado em Jornalismo e teve sua graduação voltada para a análise e pesquisa das obras de Martin Scorsese e Fernando Meirelles. Participou de cursos com foco em Teoria, Crítica e Linguagem Cinematográficas ministrados por críticos como João Carlos Sampaio, Sergio Rizzo, André Setaro e Pablo Villaça. Em 2014, participou da oficina “A Mutação Histórica do Cinema”, ministrada pelo professor, curador e restaurador da cinemateca do MAM-RJ, Hernani Heffner. Escreve para o blog Película Virtual e para o site Coisa de Cinema Críticas. Integra, desde 2012, a equipe de curadoria do Panorama Internacional Coisa de Cinema.
Marília Hughes é graduada em Psicologia pela Universidade Federal da Bahia e mestre em Comunicação e Cultura Contemporâneas pela UFBA/PósCom. Sócia da empresa Coisa de Cinema onde trabalha desde 2006 como diretora, produtora e editora. Marília realizou diversos curtas premiados e, desde 2007, é produtora geral do Panorama Internacional Coisa de Cinema. “Depois da Chuva”, seu primeiro longa-metragem, estreou no 46º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro, onde recebeu os prêmios de Melhor Ator, Roteiro e Trilha Sonora. A estreia internacional do longa foi no Festival de Cinema de Rotterdam, em 2014.
Nara Normande é realizadora e ganhou mais de 20 prêmios com seu primeiro filme, a animação "Dia Estrelado". Seu segundo filme, "Sem Coração", codirigido pelo cineasta Tião, foi premiado com o Prix Illy du Court Métrage na Quinzena dos Realizadores do Festival de Cannes, com o Prêmio Coral no Festival de Havana, com os candangos de Melhor Filme, Direção e Montagem no Festival de Brasília. De 2010 a 2014, foi diretora artística do ANIMAGE - Festival Internacional de Animação de Pernambuco. Atualmente, integra a diretoria da Associação Brasileira de Cinema de Animação e está na produção de seu terceiro curta-metragem, "Guaxuma", previsto para 2016.
Rafael Carvalho é crítico e pesquisador de cinema. Membro da Associação Brasileira de Críticos de Cinema (Abraccine), escreve para o site Moviola Digital e colabora para o Jornal A Tarde. Faz doutorado no Programa de Pós-Graduação da Faculdade de Comunicação da Universidade Federal da Bahia, onde pesquisa a crítica de cinema online e faz parte do Grupo de Pesquisa Recepção e Crítica da Imagem (Grim). Integra a equipe de curadoria do Panorama Internacional Coisa de Cinema.
Rafael Saraiva, mesmo graduado em Ciência da Computação, motivou-se a seguir carreira na área do audiovisual. Participou de workshops e oficinas relacionadas a roteiros e curadoria de festivais. Na área da crítica cinematográfica, fez cursos com os críticos Pablo Villaça (portal Cinema em Cena) e João Carlos Sampaio (jornal A Tarde), este último durante o VII Panorama Internacional Coisa de Cinema, quando teve ainda a oportunidade de integrar o Júri Jovem da Mostra Competitiva Nacional. Desde a oitava edição do festival integra a equipe de curadoria. Também participa do Cineclube Glauber Rocha, projeto dedicado ao cineclubismo iniciado em 2014.